News

  • 23°

    Florianópolis
  • 23°

    Florianópolis

Durante reunião mensal da diretoria da Federação das Indústrias (Fiesc), na sexta-feira (22), foram apresentados dados referentes aos Institutos Senai de Inovação. Os 26 institutos terminam 2019, sétimo ano de existência da rede, com mais de mil projetos concluídos ou em desenvolvimento para a indústria, totalizando R$ 700 milhões de investimentos em inovação. O gerente-executivo de Tecnologia e Inovação do Senai Nacional, Marcelo Prim, reforçou que o propósito de atuação dos empreendimentos é transformar o conhecimento que vem das pesquisas universitárias em inovações para a indústria. “Os institutos são um ativo da indústria. Ao acessar um dos institutos, a indústria acessa toda a rede, porque cada instituto tem uma vocação temática exclusiva e atua de maneira complementar com as demais unidades”, explicou. Prim destacou que os conhecimentos desenvolvidos nos institutos de inovação e pelos 56 Institutos Senai de Tecnologia geram resultados adicionais, como no Programa Brasil Mais Produtivo, onde empresas participantes alcançaram ganhos médios de 52% de produtividade. Atualmente, Santa Catarina reúne três Institutos Senai de Inovação, dois em Joinville (sistemas de manufatura e processamento a laser) e um em Florianópolis (sistemas embarcados), que possuem 121 pesquisadores e já movimentaram mais de R$ 80 milhões. No estado também estão instalados sete Institutos Senai de Tecnologia.

 

(Fotolegenda da edição de 26/11/2019 da Coluna Pelo Estado, distribuída para 20 diários integrados do interior de Santa Catarina/adisc.com.br e para os portais reunidos em scportais.com.br)