News

  • 23°

    Florianópolis
  • 23°

    Florianópolis

Nos dois cenários pesquisados pelo Instituto Mapa na prévia eleitoral para o governo do Estado, contratada pelo Grupo RIC Record, ADI-SC e SC Portais, e divulgada semana passada, o deputado federal Esperidião Amin (PP) apareceu em primeiro lugar em uma, com 29,5% das intenções de voto, seguido do senador Paulo Bauer (21,3%); em outra, sem a participação de Amin, o senador fica na frente, com 29%, seguido de longe pelos deputados federais Mauro Mariani (PMDB) e Décio Lima (PT), empatados em 11,6% das intenções de voto. O resultado parece ter aberto novas possibilidades, ou estimulado ajustes que começavam a ser encaminhados. Em entrevista a um portal nacional de notícias, Amin declarou que não teria nenhuma dificuldade em abrir mão da cabeça de chapa nas eleições do ano que vem para governador. E completou, afirmando que a disputa entre ele e Bauer seria um “desserviço aos eleitores”. Não se trata apenas da união de duas forças políticas historicamente próximas, mas de uma estratégia para tirar do poder o PSD de Raimundo Colombo e do deputado Gelson Merisio, e o PMDB de Mariani e do vice-governador Eduardo Moreira. Amin foi duas vezes governador do Estado, a última de 1999 a 2003. Depois disso, o Executivo catarinense foi ocupado por peemedebistas – Luiz Henrique da Silveira, Pinho Moreira e novamente Silveira –, pelo tucano Leonel Pavan, então vice de Silveira, e duas vezes seguidas por Colombo, cujo vice é Moreira. Faltando pouco mais de 300 dias para o primeiro turno do pleito de 2018, o cenário começa a tomar forma.

 

Aliança forte Uma chapa com Bauer para governo e Amin para vice é forte. O senador traz para a possível aliança o patrimônio dos mais de 1 milhão de votos que conquistou nas eleições de 2014, quando foi candidato ao governo. Amin, inegavelmente, é uma marca na política do estado. Uma marca que ganhou mais espaço com o falecimento de Silveira, a mais importante liderança do PMDB catarinense.

Lisonjeado Paulo Bauer soube da manifestação de Esperidião Amin durante a primeira reunião da nova Executiva do PSDB-SC, mas não comentou nada. Mais tarde, em um rápido contato com a Coluna Pelo Estado, afirmou que “o Esperidião é um homem inteligente, experiente na política e conhece muito bem o sentimento dos catarinenses. Acredito que a manifestação dele, de considerar o meu nome como merecedor de uma oportunidade de ter o PP como aliado em um projeto por Santa Catarina, além da contribuição pessoal dele, me deixa lisonjeado e grato”. Vale lembrar que Bauer foi vice de Amin e teve seu apoio nas eleições de 2014, quando o agora prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli (PP), foi vice na chapa do tucano.

Apoio Durante a reunião da nova Executiva estadual do PSDB, Paulo Bauer  recebeu uma ligação do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que deve assumir a presidência nacional do partido na convenção marcada para o dia 9 de dezembro. Em viva voz, os presentes  cumprimentaram Alckimin. Algumas horas antes, o senador Tasso Jereissati (CE) e o governador de Goiás, Marconi Perillo, anunciaram que abriam mão da disputa pela presidência nacional do PSDB em favor do governador de São Paulo.

Enquanto isso... No PMDB, o nome de Mariani continua sendo levado pelos sete cantos do estado pelas principais lideranças do partido. Mas, considerando a força do PMDB catarinense, pode-se afirmar que ainda não decolou. Já no espaço do PSD as incertezas são ainda maiores. Merisio apareceu com apenas 8% das intenções de voto na prévia do Instituto Mapa.

Para piorar, no final de semana os pedessistas do Sul do estado  oficializaram a candidatura do deputado João Rodrigues ao governo estadual, em evento com representantes de 35 municípios, inclusive de outros partidos, como PSDB, PP e PR. No mesmo encontro, o deputado estadual Ricardo Guidi foi lançado como pré-candidato a deputado federal e o ex-deputado e ex-conselheiro do TCE-SC Julio Garcia, como candidato a deputado estadual.

(Matéria principal e notas relacionadas da edição de 28/11/2017 da Coluna Pelo Estado, distribuída para 21 diários integrados do interior de Santa Catarina e para os portais reunidos em SCPORTAIS.com.br. Você pode ler a íntegra da coluna no site  CENTRALDEDIARIOS.com.br/cnr)